O CEO da MOZAIKO, o engenheiro de sistemas Guilherme Barbosa, foi um dos conferencistas do seminário “IoT na Logística e Cadeia de Suprimentos”, realizado nesta quarta-feira, dia 26 de julho, em Sorocaba. O evento, que reuniu empresários, executivos e representantes de importantes empresas nacionais, é uma iniciativa do Fórum Brasileiro de Internet das Coisas. A IoT, um ecossistema em franca expansão no País, deve dobrar de tamanho até o final da década por conta das estratégias de mercado que usam a tecnologia para melhorar performances e facilitar as operações comerciais.

Barbosa fechou a programação do seminário com a palestra MOZAIKO – Cadeia de Suprimentos e Varejo – Transformando IoT em Resultados”, na qual destacou a gigantesca transformação do cenário corporativo por conta das novas ferramentas de analytics baseadas em sensores, justamente o setor de expertise da Mozaiko. “A tecnologia é hoje a grande aliada das empresas da cadeia de varejo, pois permite a simplificação de processos e uma série de vantagens para os custos operacionais, com incrível ganho de escala”, observa o CEO.

O seminário, realizado no auditório do FIT – Instituto de Tecnologia, teve o objetivo de ampliar o conhecimento sobre a Internet das Coisas, a transformação digital em curso nos negócios e seus impactos nas empresas, discutindo os caminhos, os principais desafios e as oportunidades da IoT para a Logística e a Cadeia de Suprimentos. Os organizadores do evento destacaram também a oportunidade de networking gerada pelo seminário, espaço para troca de experiências e conhecimento com os palestrantes e demais participantes.

O CEO da Mozaiko elogiou a estrutura do evento e parabenizou os organizadores pela escolha do tema. “Espero ter contribuído com a agenda de debates contando a nossa experiência como uma empresa de vocação para a IoT. Além disso, o evento foi brilhante porque mostrou a dimensão que a Internet das Coisas está tendo na rotina das empresas, uma verdadeira mudança de paradigma nas operações e na cultura organizacional”, finalizou Barbosa.